sábado, 30 de abril de 2011

Chuva

Pedalar com chuva, que tal?
Esse foi o acontecido de hoje a tarde. Ainda muito cansado venho escrever sobre essa aventura de maluco.
Logo de cara tenho de pedir desculpas pela falta de fotos, mas peço também que entendam que a chuva não permitiu fotos, e mesmo assim pouco seria possível ser visto.
A grande novidade neste post é que agora ao invés de dois pedaleiros, somos 3!! E isso já há quase uma semana. O grupo passa a ser Gabriel, Kalyl e Renan, o trio PEDECINA (PEDAL + MEDICINA).
Agora sim explicar o roteiro.
Hoje o ponto de encontro foi a casa do Renan as 15:00 e acreditem se quiser, saímos pontualmente. Destino ao posto de combustível para calibrar os pneus. Então o caminho seguiu para o Passo do Pupo. O caminho é de bom asfalto, porém os primeiros 10km são ascendentes, agora imagina com chuva e vento contra!
Chegamos ao Passo do Pupo e com muito frio os calouros pediram um bom café preto, sinceramente não sei se ajudou muito, o veterano que vos fala pediu um copo de leito e uma dose de conhaque (na tentativa de imitar o famoso choconhaque), que embora não muito gostoso ajudou muito a aquecer o corpinho que estava apenas de bermuda e camiseta (desprevinido por opção).
Então iniciamos a volta. Pensa uma subida!!!
Esperávamos que seria muito difícil e cansativo subir todo aquele morro de volta, mas fui surpreendido positivamente pelo meu desempenho e acredito que os outros dois também.
Pouco tempo depois, já que o retorno conta com muito mais descidas, estávamos na porta da minha casa e eu louco por um banho quente.

Pedal com chuva é muito bom, mas no que depender de mim, o próximo só no verão, por que nesse passei frio a beça.

Fico por aqui e deixo a rota!

Abraços.