terça-feira, 15 de novembro de 2011

Mais um... (Biscaia)

Bom feriado pra todo mundo!

Hoje em tese seria um ótimo dia pra pedalar, mas é difícil sair de casa com chuva. Na verdade não é difícil sair, é mais a preguiça mesmo, faltou coragem. Porém esse tempo vai ser útil pra atualizar o blog com um passeio bem legal feito no domingo dia 13/11.
Mas para contar bem certinho, preciso explicar o que aconteceu no sábado. No sábado eu queria sair pra um pedal, porém do pessoal que tem participado dos pedais noturnos, não encontrei ninguém disposto a sair comigo, mesmo por que a maioria estava viajando. Mas mesmo assim eu quis sair e então pensei em seguir um caminho que sempre tem um pessoal fazendo, na verdade eles fazem esse percurso todo sábado, porém com os jogos abertos acontecendo em Toledo até esse caminho não tinha ninguém, eu já estava começando a pensar que iria pedalar sozinho. Foi quando encontrei mais um senhor sua filha (que já haviam pedalado comigo uma vez) esperando numa esquina (eles esperavam aquele mesmo grupo que eu). Ao perceber que ninguém ia aparecer resolvemos ir até o Passo do Pupo e voltar, pedal leve de 34km em 1:30h. Na volta combinamos de no domingo ir até a vila/município do Biscaia, que ele conhecia mas eu e a filha dele não. Marcamos de sair as 14:00.
No domingo, logo após um almoço com bastante carboidratos, me troquei e fui encontrá-los. A essa altura eu já havia espalhado o passeio pela net e no ponto de encontro já tinha mais um amigo a nossa espera. Com o tempo de chuva formado a menina da véspera não foi, tudo bem! Ainda saímos em 3.
O tempo estava feio, muito, mas muito vento contra e lateral dificultavam o pedal, ainda mais pra mim que era o maior dos 3, parecia que tinha um para-quedas preso nas minhas costas. Os vídeos foram feitos por engano, era pra ser fotos mas não tinha configurado certo, de toda forma dão uma ideia do vento:




Mas depois de 17km de pedal chegamos ao Passo do Pupo, ali eu quis voltar embora devido a força que já  feito, mas fui convencido a continuar com a promessa de que dali pra frente a estrada era rodeada de mata e o vento não atrapalharia. Fato confirmado posteriormente. O caminho é muito bonito, me lembrou muito a graciosa, porém sem os inconvenientes paralelepípedos. Foram mais 15km de pedal, um bom tanto deles descendo, a bike chegava fácil aos 45, 50km/h sem precisar pedalar. Com 1:40h de pedal chegamos ao ponto final, mais de 250m de desnível acumulados e um tanto cansado. Era hora de voltar e onde eu aproveitaria pra tirar fotos, eis ai que novamente meu celular me deixou na mão, mas dessa vez não posso culpa-lo, ele foi com o gps ligado que era pra fazer a rota, e ele consumiu toda a bateria. Resultado que fiquei sem fotos, por isso o post esta tão pobrezinho.
Subimos até o Passo em 40 minutos e com 3:03h de pedal eu estava de volta em casa com 64km, a média foi de 20,09km/h e muitas calorias queimadas. Antes das férias faço mais uma vez esse passeio para poder por fotos aqui.
Abaixo a rota e perfil de altimetria da ida:

Rota até o Biscaia

Perfil altimétrico 
Abraços