terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Mais um... (Bicicletada)

Tarde!!
Aproveitando uma pausa nos estudos para a minha querida última prova do semestre, venho atualizar o blog com o post referente à bicicletada de sábado. E dessa vez foi bem mais produtiva que a última, e nem digo pela quantidade de participantes, mas a qualidade deles.
Estávamos em poucas pessoas, mas antes de fazer o nosso passeio resolvemos colher assinaturas para o baixo assinado em prol de ciclovia de Uvaranas, que é o bairro mais populoso da nossa cidade. Pois bem foram recolhidas em pouco mais de 30 minutos aproximadamente 60 assinaturas (poderiam ser mais, mas já é algo a se comemorar).
Quanto ao passeio em si, começou um tanto atrasado primeiro por não ter gente suficiente no horário combinado, segundo por conta das assinaturas. Começamos o pedal as 10h.
Concentração
Seguindo a Av. Vicente Machado subimos pelo shopping, e logo a primeira confusão, uma parte do pessoal passou o sinal outra ficou e quem estava na frente teve de esperar. Logo depois a sempre confusa entrada do shopping nos fez passar por aquele momento de carros querendo entrar e ciclista querendo seguir. Passado esse problema seguimos sentido Av. Gen Carlos Cavalcanti.
 
Um certo respeito dos carros

A presença feminina no passeio
 Na avenida tudo correu bem, muitas buzinadas de motoristas apoiando o movimento nos deram bastante alegria e segurança.

Até aqui tudo sem problemas

A galera do fundão
Mas como nem tudo são flores, ao chegar no Campus UEPG e seguir sentido Cescage a rua se torna pista simples e o fluxo de caminhões era grande, no caminho de ida existe uma calçada com uma "ciclovia" se é que assim podemos dizer. Fizemos uso dela, mas é absurdamente ruim pedalar por ela, uma parte do grupo acabou indo pelo asfalto e isso nos fez levar varias finas dos caminhões.
Na volta o processo se agravou pois a calçada/ciclovia era inexistente. Agora carros e caminhões passavam perto sem dó!

Retornando do Cesgage
Próximo ao terminal Uvaranas já fomos apertados em uma rotatória por um "amigo" caminhoneiro que pelo visto queria que todas as 20 pessoas estivessem andando na calçada.

Começou o aperto
Mas depois houve um certo alivio, já que a avenida é de duas pistas

Cadê o espaço destinado ao ciclista? 

Só passamos com sinal verde
Mas ai aconteceu o pior. Eis que todos nós pedalando, ouvimos uma buzina ao nosso lado e era um coletivo querendo que nós parássemos para que ele pudesse parar no ponto, como ele já estava ao nosso lado, veio jogando o monstro pra cima da galera que sem alternativa teve de jogar as bikes na calçada. Todo mundo sabe que o certo aqui seria ele ter esperado atrás do pessoal e assim feito sua parada sem colocar a vida de alguém em risco. Esse foi meu recado a ele assim que parei na porta.

Esse é um busão tentando matar a galera

Faltava mais um pouco pra chegarmos, e mais uma vez teríamos problemas com os coletivos. Mas não vale a pena citar. Só digo que continuando assim, os ciclistas de PG correm mais perigo por conta de coletivos do que todo o resto junto.

Um ta de bike, um carro quer virar a esquerda, resultado: fila!
Galera se ajeitando pra foto
E ao fim do passeio, nosso gesto tradicional para comorar nossa sobrevivência.
Só que pedalou

Com a Fátima


Com o Paulo


Abraços!