domingo, 18 de dezembro de 2011

Mais um... (Maringá)

Boa noite,
Estou em época de produção de material bem considerável. Segue pra vocês o relato de mais um passeio, sendo o primeiro, de fato, nas férias no norte! Peguei a bike, que estava arrumando, as 15:00, hora que o pessoal começou a parecer na loja do Jailson (que eu conheço de longa data já). Primeira reação foi dar uma sprintada e sentir o joelho, ele não reclamou e me senti confiante para fazer o passeio. Bem organizados seguimos pela ciclovia da Av. Pedro Taques no esquema 2 a 2 e baixa velocidade. 

Esquema 2x2 em funcionamento
 Com pouco tempo de pedal chegamos ao contorno norte, ainda em obras, e seguimos em direção ao asfalto.

Pessoal esperando o resto do grupo 

O asfalto é ali na ponte!
 Já no asfalto, tínhamos de ir até a antiga estrada para Astorga, trechinho de poucos km até encontrar a terra, mas com a presença de uma subida pra já ir esquentando as pernas!

A famosa saída dos Motéis

Pedalando um pouco na terra, uma parada foi feita na sombra para o pessoal tomar água e se hidratar, mais um pouco e no meio de uma descida, um pneu furado. Procuramos a primeira sombra pra poder esperar com o mínimo de conforto.

A sombra ta ali, mas o povo gosta é do Sol

Jailson e a pose de muito macho

A serrinha, do ponto em que estávamos

Pneu consertado e seguimos caminho, eu e um companheiro já bem na frente, quando escutamos uns gritos e o povo avisando que passamos batido a entrada da estrada (que na verdade nem erramos porque ali era o ponto em que voltaríamos se tivéssemos seguido adiante), o jeito foi voltar enquanto todos nos aguardavam.

Pessoal trolando a gente!
 Seguindo a nova estrada, muita pedra solta uma boa subida nos aguardava. Mas lá de cima o vento era até mais gostoso, fora a vista da serrinha, que foge aos padrões do plano maringaense.

Já era altinho aqui!

O óculos menos chamativo que já vi

Pessoal vencendo a subida
 Mais um pouco de espera por conta de problemas no câmbio de um integrante e ai era hora de morro a baixo. Uma boa descida, que infelizmente não permitiu desenvolver velocidade, com muita pedra solta e um passeio em meio ao milharal. Sem nem perceber atravessemos um vale, e do outro lado a vista era ainda melhor.

Astorga deve ser por ali, em algum lugar

Acho que nessa era pra sair mais a serra e menos Eu

E daí pra frente foi quase que tudo só de subida, tive de empurrar por duas vezes em que a bike perdeu tração no meio de tanta pedra solta e eu tive de por o pé no chão, não conseguindo voltar a pedalar sem antes percorrer alguns metros empurrando.
De volta a cidade, paramos em uma panificadora que tinha algumas mesas e bastante cerveja gelada, eu tomei só coca-cola. Fiquei ali até perto das 19:00 e vim encontrar meu irmão pra mais uma voltinha pela cidade.
Ao fim do dia o saldo foi de 44km pedalados com bastante poeira e risada. O joelho sem dor, e a alegria de saber que estou pedalando decentemente depois de tanto tempo sem praticar verdadeiramente o esporte. Fora a moça do acidente que me ligou e disse que vai me reembolsar o conserto da bike! To feliz pra caramba!