sábado, 13 de outubro de 2012

Mais um...(Festival de Tortas)

Boa tarde.
Ontem foi feriado, dia de Nossa Senhora Aparecida, e como foi feriado, o jeito foi ir pedalar. Cheguei em Ponta Grossa de Maringá na noite de quinta-feira e dormi cedo, acordei na sexta e logo fui atras de companhia pra um pedal. O esquema foi usar o grupo do pedal noturno pg no facebook (pedalnoturnopg) e lançar a ideia pra quer quem compraria um pedal com tempo fechado, tendendo a chuva e frio. Mas pra lançar ideia a gente precisa ter alguma coisa em mente, eu  sabia do festival de tortas em Carambeí. 


Carambeí é uma cidade de colonização holandesa e famosa pelas tortas feitas lá. De algum tempo pra cá começaram a fazer o festival de tortas no parque histórico da cidade. Já fui pra lá de bike outra vez. mais-um-carambei
E depois de encontrar uns maluquinhos sai de casa, confesso que passei um pouco de frio no começo, mas logo o corpo esquentou, não tirei muitas fotos porque o tempo não estava bonito pra isso, e o celular peca muito em fotos sem o sol.
Saímos pela estrada velha, que é toda de chão batido ainda, também já passei por lá outras vezes. Nesse link as fotos até o posto, são todas da estrada velha mais-um-castro.
Estávamos em 3 quando entramos na estrada velha e logo de cara, um casal estava a espera de resgate pois a corrente da bike da mulher havia quebrado, eu, por sorte, estava com a chave de corrente na bolsinha e já ajudamos eles, que nos acompanharam até  posto Menegatti. Antes de acabar a estrada de chão o Eduardo Bandil ainda nos acompanhou, achei que ele tivesse visto recado no face, mas foi puro acaso mesmo. Ao chegar no parque histórico fomos encaminhados para o estacionamento e para o lugar onde deveríamos deixar as bikes.



E ai foi hora de entrar no pavilhão e ver o famoso festival





Nem preciso falar que estava cheio! Depois fui ler as notícias e o público foi de 4 mil pessoas e 4 ciclistas doidos. A lenda é que a torta da Frederica's é a melhor de todas, ainda vou experimentar a torta deles pra poder atestar isso. A ideia era voltar de carro a noite com a Namorada, mas acabei chegando tarde em casa e não deu tempo de ir, vamos amanhã.
O local é bem aconchegante, ainda mais quando se esta com frio. E o ponto onde foi posto o pavilhão...


As 17h iniciamos o retorno, o Du, bravo por esperar tanto socou a bota e nem tentando eu consegui acompanhar ele. Esperei os outros 2 e segui quase com eles, no finzinho da estrada velha entrei meio rápido demais, e com o pneu um pouco murcho demais, e o resultado foi um tombo épico, como resultado: uma roda levemente torta, um parafuso do taquinho estourado e alguns pequenos hematomas.  Por sorte nada grave aconteceu, e mesmo com a roda torta consegui chegar em casa. Mas isso impossibilitou qualquer pedal no sábado. Agora o jeito vai ser levar a bike revisar e arrumar o que tiver de arrumar. Semana que vem estamos de volta.
Segue o trajeto:

 

Grande Abraço