terça-feira, 13 de novembro de 2012

Mais um...(Quinto ciclotour LCCG)

Bom dia

O relato de hoje é referente ao Ciclotour feito pela LCCG no último sábado. Esse foi especial pois foi o primeiro em que mudamos o dia, horário e local de partida, dessa vez estava acontecendo um evento no SESI o Esporte e Cidadania, no qual eu tive oportunidade de trabalhar pela manhã. O local de encontro foi lá, fomos apresentados aos que estavam presentes, e o convite para os pedais noturnos foi feito.




Nosso destino era a Cachoeira do Rio São Jorge,o tempo, que durante a manhã parecia que não ia ajudar, resolveu cooperar um pouco e permitiu que e as 14:30 saíssemos do patio do SESI, mas logo fizemos a primeira parada, no Parque Ambiental para conferir se não teria ninguém esperando por lá.



Ai começou de fato nosso passeio, seguimos sentido Campus UEPG e já começamos a pegar asfalto molhado, mas como todo mundo já tinha se disposto a sair de casa, ninguém quis saber de parar.




O Danilo até que tentou mudar os planos, pra gente pedalar só por asfalto, mas até as gurias queriam ir pro barro, ele ficou sem opção


E enfim fomos pra terra. Umas poucas subidas leves e muita piada e logo entramos nos carreadores.




E mais um pouco de pedal, um pouco atrapalhados pela grande quantidade de motociclistas, alguns dos quais até nos faltaram um pouco com respeito, e chegamos na primeira ponte do caminho pro alagados. E chegando lá, nossa ideia foi seguir por baixo da ponte e ir até a já famosa cachoeira.





E fotos na cachoeira, virou tudo em bagunça!






E depois da cachoeira havia um trecho de single track que havia virado em barro depois da chuva, muita gente empurrou, inclusive eu, mas aprendi um bocado com o Degiorgio, Knapp, Jackson e companhia que me mostraram como passar por alguns lugares em que eu não tinha menor noção de como passar. Depois desse single existe uma bifurcação, a maioria do pessoal seguiu a esquerda, enquanto eu Degiorgio e um outro amigo seguimos pela direita e fizemos um caminho um pouco diferente, mas que acabou no mesmo lugar. Enquanto a gente não chegava o pessoal foi tirando fotos.



Daqui pra frente acho que o pessoal cansou, e foi um anda um pouco para um pouco que rendeu muita risada. Um pequeno grupo acabou indo um pouco mais rápido e chegando perto do rio, resolveu parar. Eis que o Danilo resolve ir tirar uma foto no meio do rio.






 E eu nem queria comentar, mas não tem como, o tombo que esse cidadão levou, andando de sapatilha dentro do rio, foi simplesmente impagável, valeu todo o passeio só pra ver o bicho com água até o pescoço! hauahauahauha
Seguindo mais um pouco e chegamos no desafio do dia, a subida por trás do São Jorge, eu nunca tinha feito, mas de outras vezes já tinha ficado um bom tempo admirando ela, dessa vez, era hora de subir. Me surpreendi quando percebi que estava subindo relativamente bem e conseguindo passar por algumas partes um pouco mais técnicas, até que a Talita me passou igual um foguetinho e logo passaram também o Lelo o Knapp e o Meister, mas fazer o que neh? Continuei pedalando até onde deu, ou melhor, até onde o pneu começou escorregar na lama e eu não consegui mais pedalar. Pouco tempo depois, todo mundo estava lá em cima e uma garoa bem gostosa começou a cair, só pra refrescar o povo que já estava dando sinais de cansaço mais pronunciado.




E pra chegar no rancho (não sei se posso chamar assim) ainda faltava um pouco, mas era mais descida, o problema foi a inclinação, aliada ao barro! Mas confesso que foi absurdamente divertido passar por tudo isso.


No rancho deu pra ter ideia de como estavam as bikes, ficamos lá um tempo, a galera pediu pastel e coca-cola e muita risada, alguns foram conversar com os trilheiros, outros foram ver as cachoeiras e ficamos por ali quase meia hora. Manifestações de carinho também não faltaram! rs rs








E começamos a fazer a volta, pra sair do rancho passamos por uma boa subida, que da última vez que passei, não consegui subir inteira, dessa vez eu já consegui-estou ficando menos fraquinho. E depois era só descida, mas não sem uma foto pra comprovar a presença de todos.






Engraçado foi ver o Degiorgio (a comédia do grupo) pegando a bike do Marcus e sair carregando ela, deixando o guri sem bike no alto do morro! Na descida foi uma festa, como havia poças de água/barro vinha DG e Jackson saltando com as rodas traseiras e deixando bater bem no meio da poça só pra ver sujar o cara do lado (na maioria das vezes era eu), sem crise, tomo mundo se divertindo.



Até que chegou no asfalto e...acabou! Dali o pessoal se dividiu indo cada um pelo caminho mais fácil pra chegar em casa. O passeio foi super divertido, sem intercorrências e ainda por cima, com uma boa dose de aprendizado. 
Agradeço aqui o Nilson que me cedeu as imagens e aos que disponibilizaram as fotos no face da liga. Logo pretendo ter uma câmera nova e poder fazer as minhas próprias fotos.
Segue o percurso:



E o Marcus fez um vídeo bem legal do passeio no site dele. Fica também o link:


Grande abraço