quarta-feira, 12 de março de 2014

Mais um....(Carnaval no Litoral)

E como é bom pedalar na praia....

Foi isso que teve pro carnaval.
Na verdade não foi só isso, mas iniciando o relato de forma descente....há alguns anos o Marcus, um companheiro de pedal, daqueles que são companheiros mesmo, me faz um convite de descer pra praia com ele. Bem...como a amanda começou a pedalar um pouco e também conheceu o Marcus, o convite também foi feito diretamente à ela, que não é boba e aceitou. Assim, nosso carnaval estava planejado para ser, e foi, passado em Balneário Camboriú.
Chegamos lá na sexta-feira de noite, no sábado cedo fomos ao mercado de peixe e demos uma rápida passada pela Pedalli, que é uma loja muito bacana em Itajaí. 

Na parte da tarde, colocamos o sono em dia e dormimos quase a tarde toda. de noite uma volta pela orla. Depois de um jantar bem gostoso (como alias foram todas as refeições) combinei com o Marcus de ir conhecer um pouco da cidade de bike, principalmente pedalar pela beira-mar. Acordamos cedo no domingo, nem tomamos café e saímos pro passeio. Sem pressa, só curtindo mesmo, fizemos todo o trecho da Av. Brasil, que é paralela à orla, mas que tem muito comércio e prédios enormes. Quase no fim da avenida ficam as marinas e o teleférico, nesses locais haviam barcos enormes estacionados num hangar gigantesco, mas também haviam as miniaturas (que nem eram tão pequenas assim) em algumas vitrines.









Bem no fim da praia fica o Molhes, lá só se anda empurrando a bike, ou pelo menos é o que deveria ser. E de lá se tem uma vista de toda a praia, por onde ainda iríamos pedalar.









Depois dessa pausa, fizemos todo o trecho da Av. Atlântida, cruzando toda a orla novamente. No outro lado da praia existe uma boa subida que resolvemos desafiar. Valeu a pena....




Descendo o morro pro outro lado, chegamos numa outra praia. Bem mais vazia, limpa e bonita, pelo menos ao meu ver. A ciclo-faixa estava lá, mesmo que compartilhada com os pedestres. Interessante com uma faixa vermelha pintada no chão muda tanta coisa no respeito ao ciclista.


Essa avenida da foto termina na areia e que dá de frente para um rio, mas ele termina na praia e não no mar, coisa que eu ainda não havia visto. Mas pra chegar nele, a bike acabou "parando" na areia, e pra minha surpresa, ficou de pé, sem usar qualquer apoio que não a areia.





Tentamos fazer a volta pela areia também, mas a maré já estava subindo e dificultou bastante esse pedal, acabamos voltando para o asfalto.


No asfalto, paramos numa padaria, tomamos um bom café e depois voltamos pra casa.
Na segunda, foi dia de curtir mais a praia. Na terça-feira teve pedal cedinho de novo, quase o mesmo roteiro, mas quando chegamos no fim da praia, ao invés de ir pro Molhes, fizemos a travessia do Rio Camboriú de balsa.





Passeamos um pouco pela região de Laranjeiras e depois fomos sentido interior.




E voltamos pra casa. 
foram só dois dias de pedal, sempre curtinhos, só pra conhecer um pouco da região. Segundo o Marcus, ainda vou pra lá mais vezes, ai vai dar pra pedalar um pouco mais, e aproveitar mais um pouco o mar.
Segue o vídeo dos passeios.



E o roteiro aproximado.



Grande abraço à todos